5 de maio de 2015

É preciso ter coragem


E já dizia Fernando Pessoa, “porque eu sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura...”. Tenho pensado muito nos meus sonhos nos últimos tempos, naquilo que desejo bem secretamente e fico imaginando se algum dia daria certo se eu realmente me arriscasse sair da zona de conforto.

Desde muito nova eu aceitei que felicidade era estar dentro das regras do jogo chamado vida. Você vai estudar, aprender a ter uma carreira, trabalhar por um período aproximado de três décadas - com sorte dentro de uma mesma empresa, casar, ter filhos, envelhecer, aproveitar um pouco da aposentadoria e por fim ao morrer terá completado todas as etapas com êxito.

Só que eu não contava que no meio do caminho essas regras não se aplicariam mais a quem eu sou. Não que eu seja uma pessoa infeliz, longe disso. Saber que tenho construído uma base forte de tranquilidade e segurança me faz sentir bem, mas não realizada.

Não é por acaso que histórias de pessoas que vivem suas superações e conseguem realizar os seus sonhos me fascinam. Me encantam ainda mais aqueles que eram assim como você e eu: médicos, donas de casas, vendedoras, professores, funcionários públicos. Pessoas que viviam bem dentro das regras do jogo, estavam felizes até descobrirem que é muito mais divertido viver além dos rótulos: nome, trabalho e estado civil.

Não julgo quem se enquadra no feijão com o arroz da vida, eu mesma nunca me incomodei em saber que vivia no morno. Mas tenho tido dias que quero o frio e em outros não aceito menos que um calor escaldante. O feijão com o arroz não me satisfaz mais, ando com fome. Fome de experiências, de aventuras, de novidades. Ando com fome de viver.

Minhas ambições não estão cabendo mais escondidas em caixas nos armários, acho que está na hora de tirar a poeira dos sonhos antigos, mandar a razão dormir e deixar meu coração me guiar, ele vai saber onde me levar. E te aconselho a fazer o mesmo.

E para fazermos isso vai ser preciso ter coragem. Coragem não para correr atrás de uma vida feliz, mas de uma vida intensa, cheia de desapegos e preços a serem pagos. Para alcançar os sonhos é preciso ter sorte, mas mais do que isso é preciso ter peito, se atrever, ter audácia. É preciso saber se arriscar, cair e levantar. É saber expandir a zona de conforto até ela ficar do tamanho dos seus sonhos.

É preciso ter coragem para sair de um emprego que te atormenta sem ter outro em vista, deixar aquela relação que não te acrescenta em nada e você já sabe que não vai dar certo. Está na hora de ter coragem para sair da casa dos seus pais, para mudar de cidade, estado ou até quem sabe de país.

Então tenha coragem para aceitar um convite para fazer algo que nunca fez, mude o seu número da sorte, entre em um novo projeto com nenhuma garantia de que vá dar certo, mas que pode significar a mudança que você tanto queria para sua vida. Comece do zero quantas vezes for preciso, faça declarações de amor, deixe amizades de conveniência, mude seu prato favorito, suba no palco, compre passagens para lugares que nunca pensou em conhecer, corte e pinte o cabelo de forma radical, se reinvente e principalmente se liberte das regras do jogo.


Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...